DIY

Como tirar manchas de infiltração?

BLOG-EKASA-10-04-18

As manchas de infiltração na parede são um grande incômodo em grande parte das casas brasileiras, e costumam começar a aparecer nas épocas de chuva, no comecinho e no final do ano.

Porém, algumas regiões mais chuvosas e com maior concentração de umidade, como é o caso da região metropolitana de São Paulo, por exemplo, sofrem com as manchas de infiltração quase o ano todo.

E para além do clima, as manchas de infiltração também podem revelar situações perigosas para a estrutura da sua casa, como vazamentos no encanamento.

Está sofrendo com com manchas de infiltração? Descubra neste artigo como retirá-las!

 

Identificando a origem das manchas de infiltração

 

Muito mais importante do que limpar as manchas de infiltração é entender de onde elas estão vindo.

tirar manchas de infiltração 2

Se você vive em uma área chuvosa, fique atento aos tetos e as paredes depois de uma tempestade. Se há infiltração, você consegue identificá-la antes que ela se apresente em manchas. Simplesmente procure por pontos molhados no teto, o que é bastante comum em apartamentos, e avise o proprietário e a imobiliária para que as alterações possam ser feitas.

 

Como tirar manchas de infiltração?

 

Infelizmente, tirar manchas de infiltração com uma escova e detergente é muito trabalho para poucos resultados.

Essas manchas são, na verdade, mais do que apenas manchas: é mofo, subproduto de microorganismos e colônias de bactérias. Você pode esfregar o dia inteiro e limpar apenas uma pequena parte do que você esperava.

Para tirar manchas de infiltração, você irá precisar entender até onde elas se estendem. Se elas estão apenas na cobertura de tinta, o trabalho vai ser mais fácil. Se elas expandiram até o reboco, ainda dá para consertar com um pouco mais de trabalho. Mas se as manchas de infiltração atingiram a alvenaria, já não é mais possível salvar a parede.

 

Trabalhando em profundidade

 

Primeiro, use uma lixa d’água para tentar retirar as manchas de infiltração. Se elas forem menores e recentes, uma lixada por cerca de meia hora já irá resolver o problema. Depois, aplique outra demão de tinta por cima para que o local fique igual à parede. O ideal é usar um impermeabilizante por baixo da tinta, para garantir que o problema naquela área não se repita.

tirar manchas de infiltração 3

Se não foi possível tirar as manchas de infiltração com a lixa, você vai precisar remover a tinta de toda a área afetada. Pegue uma espátula e vá raspando até retirar tudo e encontrar o concreto do reboco. Depois, aplique massa corrida para dar o acabamento – polímeros impermeáveis, se possível – e passe a tinta novamente.

Agora, se você lixou e encontrou manchas no reboco, você também terá que removê-lo. Vá usando a espátula para retirar todas as manchas de infiltração. Depois, aplique outra camada de reboco, massa corrida impermeabilizante e tinta.

Se você continuou indo cada vez mais fundo e ainda não encontrou o fim das manchas de infiltração, vá cada vez mais fundo até chegar na alvenaria. Se ela estiver contaminada, a única saída é demolir a parede por completo.

 

Agindo na raiz do problema

 

Se você identificou manchas muito extensas e não sabe de onde elas vem, o melhor é realizar uma reforma para eliminar o problema direto na sua raiz.

como tirar manchas de infiltração

Isso porque simplesmente tirar as manchas pode não adiantar, já que se o problema persiste, elas irão voltar mais cedo ou mais tarde.

Em casos onde a alvenaria está contaminada, não adianta: só a reforma resolve. E se você aplicar uma nova demão de tinta e um impermeabilizante, às vezes pode ficar até mais difícil perceber os sinais de infiltração, que vão tomando o interior da parede.

Portanto, se o seu problema persiste e vem se tornando cada vez mais extenso, não tem jeito: é hora de reformar!

 

Mas espera um pouquinho, quem disse que reformar precisa ser muito difícil e caro? No Ekasa você consegue os melhores preços e ainda paga tudo em 12 vezes!

Vem conhecer nossas opções e mãos à obra!

Deixe um Comentário